sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Presente virtual pa tu, *-*




Te contar uma historinha:
“Um dia certa moça conheceu um rapaz via face book. Outro dia se cumprimentaram em uma bela festa junina em um abrigo para idosos e desde então ficaram conversando, conversando. Nunca dava certo de esses dois saírem para conversar. Ele mora "logo ali" e ela, na próxima rua após a local onde Judas perdeu suas botas, rs. E o dia do prato chegou... Um dia belo na vida de tal moça. Mal imaginava o que sentiria por tal rapaz. Acredito que tal encontro passou de só conversas e foi lindo. E lindo ficou por alguns dias... e dias... e dias. Até quando se transformou... E incrivelmente tão contato entre eles só veio aumentando. Uma ligação, até hoje, inexplicável. Ela? Ele? São amigos e creio que não há nada de maior na vida do que se ter amigos... Hoje? Ah! Hoje eles vão ter um afastamento breve. Um tempo razoável, mas digo breve, pois quando voltarem, o amor continuará o mesmo e em mesma intensidade.
Até breve mo bem... “


[ Rebeca de Castro ]

terça-feira, 29 de novembro de 2011




É dificil admitir que, em sua vida, existiu algo que foi somente um ciclo enquanto tinha potencial de ser estrada. Hoje fecho alguns ciclos... é momento de renovar!!

Rebeca de Castro

quinta-feira, 27 de outubro de 2011



"Mesmo as coisas não tendo chegado aonde você queria que chegasse, cada segundo foi único e jamais nenhum outro será igual. Nunca se arrependa de nada, por mais que as coisas não tenham saído como planejou, por mais que tenha errado sem saber que estava errando, fosse com si mesmo ou com outros.Cada experiência é única, sendo ela boa ou ruim, sempre vai servir pra te dar uma lição de vida e te ensinar como agir da próxima vez."
 
Se você depender de mim para alimentar seu ego, vai morrer de fome!!!

terça-feira, 18 de outubro de 2011

A resposta que pedi...


"Se tivéssemos mais presente a clareza do quanto, sem fazer esforço, afetamos uns aos outros com os nossos gestos, pensamentos, sentimentos e palavras, talvez resgatássemos com mais facilidade, em alguns momentos, a noção do quanto nossa vida importa e é preciosa, sob vários ângulos do olhar. Para gente que sabemos que existe. Para gente que desconhecemos existir."

(Ana Jácomo)


- OBRIGADA meu querido Jeff, seu post hoje no Face, foi diretooo para mim. Me aliviou bastante. *-*

" Pessoas de verdade "

"Foi então que eu descobri. Ele está exatamente no mesmo lugar que eu agora, pensando as mesmas coisas, com preguiça de ir nos mesmos lugares furados e ver gente boba, com a mesma dúvida entre arriscar mais uma vez e voltar pra casa vazio ou continuar embaixo do edredon lendo mais algumas páginas do seu mundo perfeito. A verdade é que as pessoas de verdade estão em casa. Não é triste pensar que quanto mais interessante uma pessoa é, menor a chance de você vê-la andando por aí?"
 
(Tati Bernardi)

Reportagem...

"Casal de idosos que vivia na antiga Ponte dos Ingleses há 50 anos é removido" - fonte Jangadeiro online

Um casal de idosos se tira ne? Quero ver tirar um monte de boates que incentivam a prostituição e consumo de drogas. Ok! Estou acompanhando e vejo que começou tal atuação pela PI. Quero ver é continuar... quero ver é tirar mesmo esse pessoal de la. Tira nada, quando envolve grana alta desses, turistas, é difícil. Não veremos nossa PI revitalizada e boa para uso da Família cearense. #Isso_me_revolta.
 
Rebeca de Castro
 

segunda-feira, 17 de outubro de 2011



"E como é desconcertante rever um "grande amor" . Você olha para ele e não sabe onde foi parar aquilo tudo que deveria estar eternamente ali..."
[e não está]

quinta-feira, 13 de outubro de 2011


 
Talvez eu venha a envelhecer rápido demais.
Mas lutarei para que c
ada dia
tenha valido a pena.


Talvez eu sofra inúmeras desilusões

no decorrer de minha vida.

Mas farei que elas percam a importância

diante dos gestos de amor que encontrei.


Talvez eu não tenha forças para realizar

todos os meus ideais.

Mas jamais irei me considerar um derrotado.


Talvez em algum instante eu sofra

uma terrível queda.

Mas não ficarei por muito tempo olhando

para o chão.


Talvez um dia o sol deixe de brilhar.

Mas então irei me banhar na chuva.


Talvez um dia eu sofra alguma injustiça.

Mas jamais irei assumir o papel de vítima.


Talvez eu tenha que enfrentar alguns

inimigos. Mas terei humildade para aceitar

as mãos que se estenderão em minha direção.


Talvez numa dessas noites frias, eu derrame muitas lágrimas.

Mas não terei vergonha por esse gesto.


Talvez eu seja enganado inúmeras vezes.

Mas não deixarei de acreditar que em algum lugar alguém merece a minha confiança.


Talvez com o tempo eu perceba que cometi grandes erros.

Mas não desistirei de continuar trilhando

meu caminho.


Talvez com o decorrer dos anos eu

perca grandes amizades.

Mas irei aprender que aqueles que realmente

são meus verdadeiros amigos

nunca estarão perdidos.


Talvez algumas pessoas queiram o meu mal.

Mas irei continuar plantando a semente

da fraternidade por onde passar.


Talvez eu fique triste ao concluir que não consigo seguir o ritmo da música.

Mas então, farei que a música siga o compasso dos meus passos.


Talvez eu nunca consiga enxergar um arco-íris. Mas aprenderei a desenhar um, nem que seja dentro do meu coração.


Talvez hoje eu me sinta fraco.

Mas amanhã irei recomeçar, nem que seja de uma maneira diferente.


Talvez eu não aprenda todas as lições necessárias.

Mas terei a consciência que os verdadeiros ensinamentos já estão gravados

em minha alma.


Talvez eu me deprima por não ser capaz de saber a letra daquela música.

Mas ficarei feliz com as outras capacidades

que possuo.


Talvez eu não tenha motivos para grandes comemorações.

Mas não deixarei de me alegrar com as pequenas conquistas.


Talvez a vontade de abandonar tudo torne-se a minha companheira. Mas ao invés de fugir, irei correr atrás do que almejo.


Talvez eu não seja exatamente

quem gostaria de ser.

Mas passarei a admirar quem sou.

Porque no final saberei que, mesmo com incontáveis dúvidas, eu sou capaz de construir uma vida melhor.

E se ainda não me convenci disso, é porque como diz aquele ditado:

“Ainda não chegou o fim”

Porque no final não haverá nenhum “talvez” e sim a certeza de que a minha vida valeu a pena e eu fiz o melhor que podia.


(Aristóteles Onassis)

domingo, 9 de outubro de 2011

Princesa ou mendiga?


"Era uma vez…
Um reino distante. O Rei Pedro Augusto era famoso devido ao amor que demonstrava pelo seu povo. O resultado desse amor era a justiça com que governava. O rei perdera sua esposa há alguns anos , sendo assim, lhe coube a educação de suas duas filhas, as princesas Rebeca Liana e Helena Maria. Rebeca e Helena se davam bem. Aprenderam desde cedo o valor da palavra “dividir” e graças ao seu pai, também aprenderam o valor da palavra amor. Certamente, elas foram criadas rodeadas de riquezas, poder e qualquer coisa que queriam estava ao seu alcance. Mas o rei não permitia isso. Ele sabia, que de certa forma, tanta riqueza, fortuna, poder, acabaria estragando suas filhas. Ele queria o melhor para elas e por isso as protegia. Não permitia que elas saíssem do palácio, não queria que elas conhecessem o mundo, pois ele sabia que lugar feio e horrível era esse. Sabia que lá, elas se machucariam e sabia que lá, elas não poderiam ouvir a sua voz.

Mas, Rebeca um dia, se rebelou. Cansada de ser protegida pelo seu pai, ela quis conhecer o mundo. Queria conhecer algo que pensava não conhecer, o amor. Ali, protegida pelo seu Pai, não havia ainda conhecido os prazeres desse mundo. Não havia ainda se apaixonado, não tinha conhecido nenhum homem capaz de arrebatar o seu coração. Em busca do amor verdadeiro, fugiu. E de fato, ela conheceu o mundo. Conheceu rapazes e quando ela pensou que havia encontrado o amor verdadeiro, descobriu que na verdade, encontrara a paixão. Ela tentou correr para outro rapaz; e suas tentativas novamente foram frustradas. Cada vez, ela se machucava. Cada vez, seu coração sangrava mais e cada vez, ela se afastava mais de seu Pai.

Com vergonha de voltar para casa, com vergonha que seu Pai, tão amoroso a visse nesse estado, ela desistiu. Desistiu de correr atrás do amor. Cansada de se machucar, sentou em uma pedra e chorou, chorou como nunca chorara antes. Ela sabia que estava carregando os pedaços do seu coração. Em meio ás suas lágrimas, ela ouviu passos. “Não, Ele não. Qualquer pessoa menos Ele! Ele não pode me ver assim.” Pensara consigo. E para a sua surpresa, o Rei, seu Pai, viera busca – lá. Ela com vergonha, Ele com amor. Foi ai que ela começou a entender muitas coisas. Que o amor que ela queria conhecer, ela já conhecia, o amor do seu Pai. E Este, prometeu que ela ainda saberia o que é o amor de um homem por ela, mas não um homem qualquer, um príncipe.  Ele contou a ela, e ela entendeu, que,  era por isso que ela estava protegida no palácio, para que não se machucasse, para que o cara certo e na hora certa, pudesse chegar até ela,  mas ele teria que passar pelo Rei primeiro. Então a princesa Rebeca, descobriu que encontrara o amor verdadeiro, incondicional e eterno. O amor de seu Pai.

 “O coração de uma mulher deve estar tão escondido em Deus, que o homem deve procurar a Deus a fim de encontrá-lo.” Max Lucado

 Quem você tem sido,  garota? Uma princesa que espera e descansa em seu Pai, sabendo que no tempo certo, Ele vai te trazer o cara certo, ou você tem sido uma mendiga, saindo por esse mundo afora, em busca do amor? Em busca do tal “amor verdadeiro”? Ou correndo atrás de um rapaz, e depois de outro e mais outro? Tem se comportado como uma mendiga correndo atrás do amor de alguém, que no fundo você sabe que não é o príncipe certo para você?

A escolha é sua. Ser princesa ou mendiga."

sábado, 8 de outubro de 2011




Um céu que jamais verei igual. Nem como o da primeira vez, nem como o da segunda... pq nunca fica somente a imagem, fica também toda uma cena.

Tô ocupada!!!


Não tenho tempo para odiar quem me odeia, não tenho tempo para brigar com quem não me entende, não tenho tempo para me preocupar com quem não se importa comigo. Sabe por que ? Porque estou ocupada amando quem me ama, falando com quem me entende e lutando por aqueles que se importam comigo... Boa Noite galera

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Cecília Meireles

 
 
"De longe te hei de amar- da tranquila distância em que o amor é saudade e o desejo, constância."

Escrevendo...



Sem saber bem como começar, vou escrevendo com a intenção de que olhar o deslizar da caneta sobre o papel aguce meu sentimento ao ponto de tudo sair o mais verdadeiro possível.Tenho tido momentos que, acredito, ficaram na memória. Não somente pela intensidade existente, mas por cada um representar alguém.Quem, realmente, me conhece sabe que memória é meu ponto fraco. Esquecer é algo tão comum que nem me lembro mais... (isso ficou engraçado, rs) Várias pessoas já passaram em minha vida, muitas delas eu não tenho lembrança alguma. Esforço-me para lembrar, mas por inúmeras vezes é em vão. Então estou curtindo essa fase, pois tenho lembrado, ou melhor, não tenho esquecido pessoas ultimamente...Mas nem era sobre isso que queria escrever, rs.Por essas e outras que simplesmente escrevo o que vem na cabeça, tudo ao natural é mais belo, mais límpido.



Rebeca de Castro

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Saudade do meu céu de cumbuco...




"Vem cá, homem, repara se já viu o céu mais estrelado e mais bonito que este! Para isto vale nascer."
Adélia Prado

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

 
“Compreendi que viver é ser livre… Que ter amigos é necessário… Que lutar é manter-se vivo… Que pra ser feliz basta querer… Aprendi que o tempo cura… Que magoa passa… Que decepção não mata… Que hoje é reflexo de ontem… Compreendi que podemos chorar sem derramar lagrimas… Que os verdadeiros amigos permanecem… Que dor fortalece… Que vencer engrandece… Aprendi que sonhar não é fantasiar… Que pra sorr...ir tem que fazer alguém sorrir…Que a beleza não está no que vemos, e sim no que sentimos… Que o valor está na força da conquista… Compreendi que as palavras tem força… Que fazer é melhor que falar… Que o olhar não mente… Que viver é aprender com os erros… Aprendi que tudo depende da vontade… Que o melhor é ser nós mesmos… Que o SEGREDO da vida é VIVER !!!”
Clarisse Lispector

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Minha pequena...

Em uma bela tarde de domingo, conheci uma menininha.
Seus olhos transbordavam vida, conversar com ela me encheu de felicidade. Juntas brincamos, cantamos... e soube que era seu aniversario. Corri e convidei todos os meus amiguinhos para que pudessem, juntamente comigo, compartilhar desse momento. Seus pais preparam-lhe uma festa lindaaaaa.Tinha um bolo com desenho de uma princesa, modéstia parte ela parecia muito comigo. Cantamos parabéns, bebemos refrigerantes, comemos bolo e salgadinho... foi uma festa pra lá de boa. Estava cheia de familiares dela e amigos próximos. Ela estava muito feliz, sua mamãe me confessou que há tempos ela não sorria, e naquele dia tinha dado um dos melhores. Quando estava indo embora ouvi o homem todo de branco dizer que ela faria uma tal de cirurgia no dia seguinte. Voltei, desejei sorte, dei um abraço, um beijo e perguntei se ela tinha gostado da festa? e ela mesmo quase sem conseguir, pois falava com dificuldade, disse que sim, tinha adoradoooo e me deu um belo sorriso e fui embora. A semana que se passou, não teve só um dia que não pensasse nela, em como ela estaria. Voltei lá no sábado seguinte, ansiosa por noticias procurei o nome dela na lista... e nada. Logo pensei que tudo tinha ocorrido bem e fui conhecer mais pessoinhas. Ao passa pelo quarto onde há conheci, respirei fundo e fiz uma oração de todo meu coração. Ao perceber que já estava ficando tarde, fui me despedindo para poder ir para casa. Estava comigo uma grande amiga ela me acompanhou nesses dois dias. Quando estamos saindo, ela me olha com uma caraaaaa. E logo veio a mente a tal menininha que conheci da vez passada. Perguntei logo o que ela estava me escondendo, e para minha tristeza ela me disse que soube que a minha amiguinha não havia resistido a tal cirurgia. Senti uma dor tão profunda, uma que jamais sentirá. Não contive minhas lágrimas e por infinitas vezes me questionei o por que dela ter partido tão cedo. Sinceramente não entendia. Soube que a mamãe dela se encontrava ainda no local e fui ao encontro dela. Chegando lá, quando ela nós viu... começou a chorar descontroladamente. Eu e minha amiga ficamos sem ação, simplesmente a abraçamos e tentamos, mesmo sabendo que seria em vão, confortá-la. Entre milhões de indagações que ela nos fez veio uma frase final que JAMAIS esquecerei...

- Muito obrigada por aquela dia, vocês fizeram ela muito feliz...

Dizem que para sabermos superar algumas barreiras temos que passar por elas de cabeça erguida enfrentá-las mesmo.  Confesso que no começo foi inexplicavelmente difícil. Mais acredite ou não, minha pequena falou comigo, ainda, por três finais de semanas seguidos. Eu e minha amiga cantamos para ela uma música e por três finais de semana, seguidos, assim que subia na condução para ir ate onde a conheci, para conhecer novas pessoinhas, essa música começava a tocar. Ela, por enumeras vezes, me encorajou... Fez-me enxergar o quanto a fiz feliz e o quanto ela era grata por isso. Ela não queria que eu deixasse de fazer isso por outras pessoinhas por isso falava comigo. Direta ou indiretamente eu sempre sabia que tal mensagem era para mim. Pois realmente pensei em desistir dessa caminhada... Ela me ensinou algo que eu jamais teria aprendido se não a tivesse conhecido. Ensinou-me que mesmo que haja tempestades hoje, amanhã o sol volta a brilhar. Ensinou também que não importa quem, onde, como, quanto tempo ou o que possa acontecer eu não posso desistir de ser uma RISONHA. É minha missão, ser uma agente de mudança.




O que deixo para você que leu? Há... deixo um pouco do que a "minha pequena" me deu. E peço que essa não seja só mais uma história "emocionante" que você leu. Leve-a com você. Fez-me tão bem... Mudou-me tanto, me fez uma pessoa melhor. Desejo tudo isso para você também!!!

Rebeca de Castro

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Tinha... na verdade tenho, vários textos que poderia postar.
Mas não há vontade para isso.
Existe muito de mim que não quero mostrar,
Há muito o que ainda escondo.
Não por maldade... 


Rebeca de Castro

Clarice Lispector *-*

"Mas o vazio tem o valor e a semelhaça do pleno. Um meio de obter é não procurar, um meio de ter é o de não pedir e somente acreditar que o silêncio que eu creio em mim é a resposta a meu - a meu mistério."

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Acredito!


Porque creio em milagres, eles começam a acontecer.
Porque tenho a cer
teza que o meu pensamento pode mudar a minha vida, ela começa a mudar.
De vez em quando, decepciono-me.
Às vezes, magou-me.
E então, escuto dizerem-me:
Como é ingénua!
Mas sei que vale o preço.
Por cada derrota, terei duas vitórias a meu favor!
Todos os que acreditam sabem isso.
Acredito no amor, porque o tenho dentro de mim!


Pitty Lamounie
Por trás de cada pesssoa, existe uma história que ninguém conhece.
Quando encontrar a pessoa certa, você vai entender porque todas outras deram errado. Muitas vezes é preciso bater com a cabeça na porta, para se dar conta de que não é a porta que está no lugar errado e sim, você. Nossa vida não fica mais fácil, é a gente que fica mais forte. Os Problemas não são obstáculos, mas Sim oportunidades ímpares de superação e evolução...
Suas atitudes, suas consequências!!!

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

"Lembra do tal cara da última postagem?
Pois é ele chegou... e agora não sei o que fazer.

"Confusão" é seu nome e o meu?
Ah o meu é "Se joga".
Temo continuar por muito tempo sem entender o
que por ele sinto.Mas as vezes visualizo que
se parar para entender perderei toda a beleza
da paisagem enquanto viajo.
Então...
Fecho os olhos, ouço uma boa música tocar,
encontro-me com todos os acordes enquanto
permito que me conheças com seu toque leve,macio
e sua respiração ofegante..."
Rebeca de Castro

sexta-feira, 29 de julho de 2011

...


"Esse é o tipo do cara que colocaria uma boa música,
te pediria pra fechar os olhos, 
te pediria pra sentir todos os acordes...
Enquanto passeia a boca em ti."

sexta-feira, 15 de julho de 2011

terça-feira, 12 de julho de 2011


Um vazio, ausência de algo que antes ali existia.
Vontade de ficar quietinha,pensando.
Pois bem, assim estou... quetinha pensando.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

 
- De repente ficou nublado...
- O céu?
- Sim.. mas não esse céu. O meu céu.
- Não entendi... o.O
- Como imaginei, você jamais entenderá se não parar para observar.
Rebeca de Castro

Passado, presente, futuro...


Depois que entrei para esse trabalho, entendi 
para que serve o passado, presente e futuro. 
Para, além de sentir saudade e orgulho... ver, hoje, 
que conseguimos chegar mais longe. E que continuar 
evoluindo é uma questão de perseverança, força de vontade 
e coragem para lutar por essa causa. O que não nos falta.


Rebeca de Castro

terça-feira, 28 de junho de 2011

Compreende ?

Álcool
Interesse
Conversa
Fora
Insistência
Beijo
Calor
Tempo
[Re]Encontro
Conversa
Beijos
Afeto
Dúvida
AMOR
AMOR
Amizade
Companheirismo
Respeito
Medo
Termino
Dor
Perda
Conversa
Amizade
Dor
Amizade
Dor
Amor
Dor
Colorido
Amizade
Carinho
Amor
Respeito
Amor
.
.

                          UMA CERTEZA:
Que independente do titulo, será para sempre...

sábado, 25 de junho de 2011

Um brinde as descobertas.[1]

Que coisa mais maravilhosa é a Vida.Quando menos esperamos e de onde menos imaginamos surge uma linda e amável surpresa.E comigo não foi diferente, a vida vêem me presenteando esse ano. E entre tantos presentes, hoje quero falar em dois. Um chegou no Carnaval, em um período complicado e doloroso de minha vida.Um período que eu não estava inteira. Abro o presente e vejo um lindo Anjo. Isso mesmo,um anjo... na verdade uma anja,rs. Angel minha flor, você chegou de mansinho e ao mesmo tempo feito uma tempestade. Me olhou, cuidou das minhas feridas, fez diversos curativos e me permitiu entrar para sua vida. Não tenho palavras para agradecer tamanha amizade. O outro, presente, chegou a poucos dias via msn,rs. Ele está longeeeee, estudando música. Um ser maravilhoso que me dá o prazer de sua "companhia". Conversar com ele tem sido agradabilíssimo.

Ai, vendo esses presentes maravilhosos, me pego pensando. Será que mereço?

quarta-feira, 22 de junho de 2011

E você vê ?

O objetivo desse blog é só ser postado em momentos que sejam intensos para mim. Mas hoje, nada de mais aconteceu e resolvi dá uma passadinha por aqui. Começar a escrever sem um porque inicial e vê no que daria, e aqui estou. Tenho crescido muito com o passar dos tempos e vejo que ainda há muito o que crescer. Tenho perto de mim pessoas maravilhosas que me amam e me ajudam... tenho também as que fingem.Mas dessas não quero falar. Quem me conhece entenderá o que escreverei agora...Vi, mais uma vez, as coisas que vejo. Dessa vez foi impressionante, eu realmente estava lá. Não me pergunte como, eu não saberia explicar. Foi e é tão forte, fico com receio de acreditar. Por isso decidir não acreditar, mas está dificil não sentir o que em mim isso deixou. É PRA SEMPRE.sempre.... sempre. Não importa como, é pra ser sempre. *-*

Putz como ficou confuso,enfim... é assim que estou agora!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

      "... As vezes Pequeno Principe, em tristes vezes flor, em outras tantas raposa! "


Obrigada Angélica por ter me feito voltar meus olhos para esse livro. Para um lado que jamais deve morrer dentro de nós. Obrigada por mostrar que o Pequeno principe, a flor e a raposa vivem dentro de mim. Obrigada por tudo, pois por esses e diversos outros motivos, hoje olho diferente para o céu.Sem mais...

Quem ainda não leu, leia. Não sabem a riqueza que estão deixando passar despercebidos pela
sua vida.

"O essesncial é invisível aos olhos"

quinta-feira, 16 de junho de 2011



Quero companhias agradáveis, eclipse, mar, vento, lua, lembranças, músicas, cantarolar com amigos, tomar água de coco, churros, pisar na areia, deixar o mar tocar meu corpo, abraços, sorrisos, carinho, amor, sinceridade, pureza. Quero andar no calçadão da beira mar admirando o belo, sorrindo com o vento e enxergar a alegria na beleza da simplicidade.




Foto? Extamente assim aconteceu... Dois meninos e quatro meninas *-*
Rebeca de Castro

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Para Angélica,rs



Missicrofi tarará tiruricracrofi tarará Tirurifumfum zumzarabum zuézué Maraqualqualqual oquêquê Oquêquê uêuê. Hauhauahauhaua. *-*

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Sem mais...



Encontros E Despedidas
Milton Nascimento

Mande notícias do mundo de lá
diz quem fica
Me dê um abraço, venha me apertar
tô chegando
Coisa que gosto é poder partir
sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar
quando quero

Todos os dias é um vai e vem
a vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar

E assim chegar e partir
são só dois lados
da mesma viagem
O trem que chega
é o mesmo trem da partida
A hora do encontro
é também despedida
A plataforma dessa estação
é a vida desse meu lugar
é a vida desse meu lugar
é a vida...

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Chegaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...

Acordei disposta a deixar de lado tudo o que me deixa pra baixo. Cansei de me ver triste. Cansei de ler frases do Caio F Abreu e me sentir mal. Cansei de tentar entender quem não se mostra com clareza. Cansei de está em um estado de tristeza por coisas ou pessoas. Cansei, juro que cansei e hoje acordei dedicada a me fazer FELIZ.

Rebeca de Castro

domingo, 5 de junho de 2011

Muito minha hoje.

"Que coisas são essas que me dizes sem dizer,
escondidas atrás do que realmente quer dizer?
Tenho me confundido na tentativa de te decifrar."
Caio F. Abreu

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Para você...

"Talvez seja melhor assim. É difícil compreender o rumo da vida em alguns momentos. Mas de uma coisa não se pode esquecer: Nada é a toa. Às vezes, o melhor parece ser o pior, e o certo aparenta ser errado, mas tudo faz parte, tudo contribui ao crescimento e tem um porquê. Viver vai muito além de explicações e ultrapassa todo e qualquer entendimento."

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Sem explicação...

É praticamente impossível descrever o que em mim,agora, prevalece.
Tive uma das melhores noites da minha vida.
Incrível como atos simples podem mudar todo o contexto de uma "cena".
Ontem foi uma noite de atos assim...
Sei que esse momento ficará registrado por muito e muito tempo.
É um misto de alivio, amor e liberdade. *-*


Rebeca de Castro

sexta-feira, 27 de maio de 2011

O que é o ser humano?

Rir querendo chorar
Chora querendo sorrir
Briga querendo abraçar
Abraça querendo brigar
Oferece carinho querendo maltratar
Maltrata como forma de carinho
Beija por desejo ou só vontade
Tem vontades sedentas de desejos
Deseja querendo esnobar
Esnoba para esconder afeto.

Rebeca de Castro

Ser palhaço


Não acredito que alguém se torne palhaço.
Acredito que já se nasci palhaço.

E foi com essa característica que eu nasci.
Amo o trabalho que faço e para quem faço

É engrandecedor ter o dom de fazer

As pessoas sorrirem.

Agradeço a Deus todos os dias por tudo isso
E oro muito para não deixar meu sonhos acabar Sem antes eu tenha feito algo que deixe marcas. Nessa vida, não quero passar despercebida
Vim com esse propósito e seguirei nele
Por mais que queiram me fazer desistir.




Sou palhaça...

Rebeca de Castro